terça-feira, 23 de novembro de 2010

Exposição... "Black Barbie"

Imagem do acervo pessoal de Ingrid Bernardes
O shopping Aricanduva disponibilizou ao público, gratuitamente, uma exposição de barbies negras com o tema: “Black Barbie”, esta conta com o acervo de bonecas do Colecionador Carlos Keffer, que em 15 anos acumulou mais de 700 exemplares de Barbies, dentre elas 85 são negras, seno as mais valiosas do gênero no Brasil.

Imagem do acervo pessoal de Ingrid Bernardes

Com uma visita a exposição “Black Barbie”, pudemos ter o contato com a beleza negra nas bonecas, o que é raro de se ver principalmente em lojas de brinquedo, ou seja, acabamos vendo-as apenas em exposições. As Barbies Negras, são divididas em 11 temas, sendo eles: Black Fever” (eras Mod e Disco), “África Negra” (homenagem à África e afrodescendentes), “Profissões dos Sonhos: Tudo que Você Quer Ser”, “Alta Temperatura: Praia Animada”, “Trend: Estilos Marcantes”, “Fashion: Passarela da Moda”, “Divas: Vestidos de Gala”, “So In Style: Amigas com o Estilo Black nos Dias de Hoje”, “Porcelana: Luxo e Sofisticação”, “Princesas: Celebração da Fantasia” e “Casamento dos Sonhos: Noivas” e “Anjos”. Black Fever” (eras Mod e Disco), “África Negra” (homenagem à África e afrodescendentes), “Profissões dos Sonhos: Tudo que Você Quer Ser”, “Alta Temperatura: Praia Animada”, “Trend: Estilos Marcantes”, “Fashion: Passarela da Moda”, “Divas: Vestidos de Gala”, “So In Style: Amigas com o Estilo Black nos Dias de Hoje”, “Porcelana: Luxo e Sofisticação”, “Princesas: Celebração da Fantasia” e “Casamento dos Sonhos: Noivas” e “Anjos”.

Imagem do acervo pessoal de Ingrid Bernardes

Mas, porque não temos esta exposição em outras épocas do ano? Porque ela é feita tão somente próximo ao dia da Consciência Negra? A justificativa da exposição é para uma comemoração aos 30 anos do surgimento da primeira Barbie Negra no mundo e também para realçar a beleza negra. Muita coincidência que esta tenha acontecido próximo ao dia da consciência negra, não? Porém, no ano de 1980, ainda não existia o dia da Consciência Negra.

Ainda da tempo, a exposição acaba hoje! Corram para o shopping...



Imagem do acervo pessoal de Ingrid Bernardes



















Autoria: Fernanda Cristina Costenaro Marchesoni
Ingrid Bernardes Soares                             
Natália Cristina Guarany                              

Um comentário:

  1. Olá meninas!
    Achei super interessante esta observações que inteligentemente vocês fizeram. É realmente impressionante como a discriminação e o preconceito estão sutilmente arraigados até mesmo na maneira como as bonecas são pensadas e produzidas.
    Parabéns, kelly

    ResponderExcluir

Obrigada... Carpe Diem!!