quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Contraste Urbano



Fonte: http://vs40.pytown.com:8080/portal/.referencias/banco_imagens/mit_eca_ccsp_2008/P1010580.JPG/view

Real Park é um bairro nobre, localizado na zona Oeste da Cidade de São Paulo. É nele que se encontra uma enorme favela chamada Favela Real Park, onde ao mesmo tempo em que temos carros e moradias de luxo,como podem observar na imagem, neste cenário aparecem barracos e muitos problemas de reintegração de posse.

Pode-se perceber que temos uma população com alto poder aquisitivo dividindo  o mesmo espaço com pessoas sem praticamente nada. É interessante essa contradição, porque para que existam os pobres, devem existir os ricos. São pessoas totalmente distintas, mas ainda assim com objetivos, interesses e desejos. Ricos buscando sempre mais e pobres lutando por algo.

"A crise dos ricos gera a ascensão dos pobres!" (componentes do grupo)

O que demonstra claramente uma divisão de mundos, por exemplo, é que na ponte estaiada não circulam ônibus, ou seja, a sociedade que usa por meio de locomoção o transporte público, que é considerada de classe baixa, não tem acesso, nem circula por este espaço.

Incêndio atinge na favela Real Parque, na região do Morumbi, zona oeste de São Paulo
Fonte: http://f.i.uol.com.br/folha/cotidiano/images/10267249.jpeg
E os incêndios? Este ano mesmo, mais precisamente em 24/09, houve um incêndio nesta favela, na imagem podemos ver o quanto sofrem as pessoas, tentando recolher seus móveis, recuperar pelo menos algo de suas casas, salvando pessoas, foram aproximadamente 14 viaturas no local para tentar controlar a situação. Apesar de não se saber a causa do incêndio, apenas pelas condições de vida que levam, já podemos imaginar.


É difícil conviver com esta dura realidade, mas o que fazemos para mudar tal postura de nossa sociedade? Uma boa escolha política? Trabalhos voluntários? O respeito as diferenças? Será que isto é suficiente?


Autoria: Fernanda Cristina Costenaro Marchesoni

Um comentário:

  1. Muito interessante o fato de vocês exporem a realidade do nosso processo de urbanização. Infelizmente ele ainda é realizado aos poucos, para poucos e não leva em consideração as pessoas que realmente possuem pouco ou quase nada para de fato levarem uma vida digna. As pessoas deveriam ter em mente imagens como essa durante o período de eleição, tenho absoluta certeza que dariam o seu voto para algum candidato muito mais conscientemente. É uma pena que o povo, para votar, leve em consideração a fama do candidato ou o nome do partido ao qual ele pertence. Enquanto o povo não quiser de fato mudar a realidade do nosso país, da nossa política, veremos paisagens tão gritantes quanto essa.

    Belo blog o de vocês, meninas, parabéns!

    ResponderExcluir

Obrigada... Carpe Diem!!